8 Óleos Essenciais para aumentar a sua Imunidade

Atualizado: 2 de abr. de 2020

Conheça 8 óleos essenciais imunoestimulantes e para assepsia ambiental.

Fazer algumas práticas da Aromaterapia, alinhadas à boa alimentação e atividade física, é a fórmula para que o sistema imunológico esteja forte para evitar as gripes e infecções. Alimentar-se de frutas e verduras diariamente e vitaminas é essencial para quem tem a imunidade baixa ou como preventivo e autocuidado.

A Aromaterapia é um tratamento natural que absorve as propriedades curativas presentes nas moléculas químicas que formam o perfume das plantas aromáticas.

Pode ser utilizada sozinha ou em conjunto com outros métodos terapêuticos tradicionais ou outras terapias complementares.


O uso dos óleos essenciais a seguir tem, como finalidade, ajudar na prevenção de doenças contagiosas, entre outras, através de usos tópicos imunoestimulantes e assepsias ambientais.


1 - Anis Estrelado - IIIicium verum

“OE do amadurecimento das relações.”


Propriedades terapêuticas:

Suaviza e facilita a digestão; Carminativo; Auxilia na eliminação de gases; Age nas dispepsias crônicas e agudas; Gastrite; Pancreatite; Enterites; Alivia azia, má digestão e aerofagia; Antiespasmódico; Cólicas intestinais, fermentações, desintoxica os intestinos; Diurético; Aperiente; Ajuda pessoas com a falta de apetite; Expectorante; Anti-inflamatório das vias respiratórias; Atenua a tosse; Elimina catarro; Acalma asma; Bronquite; Antálgico neuromuscular; Suaviza contrações musculares; Amenorreia; Síndrome pré-menopausa; Aumenta a produção de leite materno no período de aleitamento; Antisséptico.

Toxicidade: deve-se ter prudência ao usá-lo em patologias estrógenos dependentes, como: endometriose, mastoses ou qualquer tipo de câncer, devido à produção excessiva de estrogênio.

Contraindicações: gestantes, lactantes, bebês e crianças com menos de 2 anos de idade.


Aromacologia: “OE do amadurecimento das relações”

O aroma é utilizado para aumentar o otimismo, a adaptabilidade e a compreensão nas relações. Considerando afrodisíaco, trabalha questões envolvendo a maternidade e sexualidade. Promove um bom sono.


Formas de uso:

Tosse, bronquite e ataque de asma: pingar 5 gotas de OE de anis estrelado em uma colher de óleo vegetal de gergelim e massagear a área da garganta e do peito.

Dor de garganta: pingar 2 gotas de OE de anis estrelado em um copo de água e gargarejar.



2 - Citronela - Cymbopogon winterianus

“OE repelente de insetos.” / “OE da liberdade em paraísos tropicais.”


Propriedades terapêuticas e principais indicações:

Repelente de insetos (presença de mosquitos - preventiva, picada de mosquitos - curativa); Anti-infeccioso; Antibacteriano; Antisséptico aéreo; Antiespasmódico; Anti-inflamatório (dores reumáticas, artrite).

Toxicidade: Em altas doses, pode provocar enjoo e náuseas.

Contraindicações: durante a gestação.


Aromacologia: “OE da liberdade nos paraísos tropicais”

Favorece o equilíbrio entre os aspectos físicos e espirituais, auxiliando na eliminação dos bloqueios que causam inflamações; Descongestiona a força vital.


Formas de uso:

Picadas de insetos: (aplicação local) 2 gotas de OE de lavanda e 2 gotas de OE de citronela.

Repelir insetos: Adicionar 5 gotas de OE de citronela, 2 gotas de OE de gerânio, 2 gotas de OE de eucalipto citriodora e 2 gotas de OE de cedro atlas no difusor de aromas elétrico ou a velas. Ou adicionar ao spray de aromas ambiental 50ml de álcool de cereais, 50 ml de água deionizada, 50 ml de álcool de cereais, 50 ml de água deionizada, 50 gotas de OE de citronela, 30 gotas de OE de eucalipto citriodora, 7 gotas de OE de gerânio e 10 gotas de OE de cedro atlas. Aromatizar o ambiente com esse aroma.

Óleo protetor de insetos: adicionar a 120 ml de qualquer óleo vegetal 50 gotas de OE de citronela, 30 gotas de OE de eucalipto citriodora, 10 gotas de OE de palma rosa, 10 gotas de OE de cedro atlas e 10 gotas de copaíba destilada. Bom passeio ao ar livre das matas tropicais.



3 - Cravo folha - Eugenia cariophyllus

“OE da saúde bucal.” / “OE do desapego.”


Propriedades terapêuticas e principais indicações:

Anestésico e analgésico odontológico; Anti-infeccioso, usado para combater aftas, dor de garganta, mau-hálito, tosse seca alérgica; Fungicida (excelente para as unhas encravadas, frieiras, chulé); Estimulante geral; Imunoestimulante; Afrodisíaco leve; Urotônico; Digestivo.

Toxicidade: dermocáustico. O uso puro sobre a pele pode causar reações alérgicas. Irritante da mucosa genital. Não se deve exagerar no consumo do cravo. Aconselha-se que pessoas com sensibilidade gástrica evitem o uso inteiro.

Contraindicações: pode provocar contrações na musculatura do útero, sendo, portanto, contraindicado durante a gestação.


Aromacologia: “OE do desapego.”

Assepsia energética ambiental, miasmas; Libera a energia psíquica antiga impregnada em objetos, roupas e ambientes; Aroma excitante; Revitaliza; Estimula a flexibilidade necessária para o desapego ao passado e a realização de novos projetos; Promove a coragem e a regeneração psíquica.


Forma de uso:

Bochecho para afecções dentárias, gengivite e mau hálito: 1 a 2 gotas do OE de cravo em um copo d’água, bochechar após todas as escovações em momentos de crises odontológicas. Como medida profilática, bochechar após a última escovação à noite.

Fricção digestiva para náuseas e diarreia: friccionar o ventre com a sinergia de 1 gotas de OE de cravo, 1 gota de OE de gengibre, 1 gota de OE de orégano e 10 gota de OE de lavanda.

Spray aromático desinfetante: pingar 20 gotas de OE de cravo, 60 gotas de OE de limão, em uma misture de 60ml de água e 60ml de álcool de cereais.



4 - Eucalipto - Eucalyptus globulus

“OE da respiração.”


Propriedades terapêuticas e principais indicações:

Expectorante; Anticatarral; Mucolítico, usado para tratar sintomas de resfriados como nariz entupido, catarro, coriza, rinite, sinusite, otite, tosse, dores no corpo, amigdalite, laringite, broquiopneumonia, asma; Imunoestimulante; Febrífugo; Antimicrobiano, antisséptico das vias respiratórias e urinarias (stafilococus, streptococus, pneumococus, cândida albicans); Analgésico, utilizado para amenizar dores musculares, ciática, lombalgias, tendinites; Antiséptico, ferimentos, dermatites, acne; Antidiabético, hipoglicemiante (Dr. Valnet).

Toxicidade: nenhuma conhecida, se usado dentro da dosagem fisiológica.

Contraindicaçõesindicações: evitar o uso oral em crianças menores de dois anos de idade e em ataques de epilepsia.


Aromacologia: “OE da respiração.”

Auxilia o contato com o subconsciente. Efeito refrescante sobre as emoções, favorece a concentração. Fortalece o Sistema Nervoso.


Formas de uso:

Compressas febrífugas: aplicar compressas frias para baixar a febre na região das panturrilhas. Utilize 15 gotas de OE de eucalipto em uma bacia d’água fria onde será embebido o pano da compressa.

Difusor de aromas: 10 gotas de OE de eucalipto glóbulos para desinfetar o ambiente e prevenir infecções contagiosas.

Fricção nos pés: 3 gotas de OE de eucalipto glóbulos em cada planta do pé, friccionar para acalmar a tosse de crianças.

Fricção respiratória: 4 gotas de OE de eucalipto glóbulos na região do peito para acalmar a tosse de adultos e aliviar os sintomas da gripe.

Inalação: 10 gotas de eucalipto glóbulos em uma bacia d’água quente. Cubra a cabeça com um cobertor e inale profundamente.



5 - Hortelã Pimenta - Mentha piperita

(híbrido da mentha aquática e Mentha spicata)

“OE da concentração”


Propriedades terapêuticas e principais indicações:

Estimulante; Digestivo; O mentol é hepatoestimulante, ajuda no tratamento de digestões lentas e difíceis, náuseas, vômitos; Labirintite; Vermífugo; Antisséptico, utilizado em loções pós-barba e pós-depilação, pode ser usado para tratar dermatites e eczemas alérgico com coceiras na pele; Mau cheiro dos pés; Em inalações, alivia os sintomas de problemas respiratórios, rinite alérgica, sinusite; Analgésico, usado para combater enxaquecas; Antálgico, em casos de esmagamento de um dedo (anestesia o local, acalmando a dor imediatamente), diminui a dor de luxações; Sedativo neuromuscular, dores musculares e articulares; Inibe a lactação; Estimulante da circulação local, auxilia o tratamento de varizes e celulite; A mentona é responsável pela sensação de alerta que o OE propicia, ajudando a aumentar a concentração e a capacidade de memorização; Mucolíco, expectorante, antitussígeno.

Toxicidade: pode apresentar dermacausticidade em peles sensíveis. Resfria a pele e aquece a musculatura.

Contraindicações: evitar o uso durante a gestação e amamentação pela ação antigonadotrópica e estrogênica. Evitar em ataques de epilepsia, convulsões, ataques asmáticos e fibrilação cardíaca.


Aromacologia: “OE da concentração.”

Acalma temperamentos coléricos, explosivos, irritáveis; Acalma o excesso de emotividade e a falta de discernimento; Dissipa irritação; Estimula a mente apática e descentrada; Ajuda a encontrar o discernimento.


Formas de uso:

Difusão ambiental para aumentar a concentração e a memória, trazer objetividade, deixando de lado a emotividade: 15 gotas de OE de hortelã pimenta no difusor, ou 100 gotas do OE em uma mistura de 50ml de álcool de cereais e 50ml de água destilada numa embalagem spray.

Enjoos de viagem, má digestão, enxaqueca: 1 gota de OE de hortelã pimenta em um copo d’água gelada.

Inalação para aliviar a sinusite e rinite alérgica: 2 gotas de OE de hortelã pimenta no pulso.

Massagem do dorso superior em direção à nuca: 120ml de OV e 100 gotas de OE de hortelã pimenta. Alivia enxaquecas e relaxa a tensão muscular.

Fricção no dorso superior e nuca: pingue 1 gota de hortelã pimenta na nuca para relaxar a tensão muscular de aliviar a dor.

Alívio da dor de torções e esmagamentos de dedos: pingar algumas gotas sobre a área afetada e massagear gentilmente.



6 - Limão - Citrus limonum

“OE da imunidade, da desintoxicação e da prevenção de epidemias.”

“OE da clareza mental.”


Propriedades terapêuticas e principais indicações:

Imunoestimulante, reforça as defesas naturais, ativa a reestruturação dos glóbulos brancos, regulando o metabolismo; Depurativo (desintoxica fígado e sangue); Preventivo de acidentes vasculares de origem hipertensiva ou diabética, fluidificante sanguíneo, diurético leve, desobstrutor; Dissolve depósitos de gorduras localizadas, reduz o acúmulo de colesterol; Carminativo; Insuficiência hepática e digestiva; Lipolítico, ajuda no processo de emagrecimento; Vitamina P-like (bioflavonóides, solúvel em água, vitamina que estimula a produção de leucócitos T); Devido a essa similaridade com a vitamina P, auxilia o tratamento de tonturas provenientes do labirinto; auxilia a absorção da vitamina C, aumentando assim sua eficácia, age sobre a microcirculação, diminuindo a permeabilidade capilar aumentando sua resistência; Útil em insuficiência venosa, flebite, trombose; Elimina excesso de oleosidade do couro cabeludo, caspa; Anti-infeccioso, antimicrobiano, desinfeta o ar de escolas, hospitais, escritórios, previne doenças contagiosas e epidemias; Alcalinizante (apesar do gosto ácido), gastrite e úlceras; Mantém a jovialidade dos tecidos, previne o surgimento de rugas prematuras.

Toxicidade: fototóxico.

Contraindicações: Não expor-se ao sol até 6 h após seu uso.


Aromacologia: “OE da clareza mental.”

Elimina ressentimentos, amarguras. Ajuda aqueles que retêm emoções; Combate a apatia e confusão mental, esclarece racionalmente conflitos emocionais; Ameniza estados de raiva.


Formas de uso:

Difusão ambiental: 25 gotas de OE de limão no difusor para períodos de doenças contagiosas.

Fricção febrífuga, dores no corpo ocasionadas pelo estado gripal: 15 gotas de OE de limão, 20 gotas de OE de Tea tree e 10 gotas de OE de lavanda. Friccionar todo o corpo.

Uso interno para desintoxicação e prevenção de coágulos sanguíneos: 3 gotas de OE de limão e 3 gotas de OE de gengibre em um copo de água. 3 vezes ao dia antes das refeições.

1 gota misturada em água para enxague bucal para assepsia.



7 - Pinho da Sibéria - Abies sibirica

“OE do acolhimento.”


Propriedades terapêuticas e principais indicações:

Antisséptico; Bactericida; Fungicida; Trata bronquite; Pneumonia; Tosse; Faz assepsia ambiental em lugares públicos; Rinite; Sinusite; Anti-inflamatório; Antireumático; Imunoestimulante; Gripes, Resfriados; Descongestionante venoso e linfático; Edemas, favorece a circulação.

Toxicidade: nenhuma conhecida em doses fisiológicas.

Contraindicações: nenhuma conhecida em doses fisiológicas.


Aromacologia: “OE do acolhimento.”

Descongestiona os pulmões, aliviando a amargura e a opressão; Auxilia na eliminação do pesar e tristeza dos ambientes; Incentiva a força de vontade; Auxilia as pessoas sentirem-se confortáveis em qualquer situação.


Formas de uso:

Difusão ambiental para controle de vírus da gripe: adicionar ao difusor de aromas ambiental 5 gotas de OE de pinho da Sibéria, 3 gotas de OE de eucalipto glóbulos, 3 gotas de OE de cravo e 3 gotas de OE de limão.

Vaporização para asma: adicione, em uma bacia de água quente, 3 gotas de OE de pinho da Sibéria, 3 gotas de OE de eucalipto glóbulos, 3 gotas de OE de tea tree e 3 gotas de OE de menta brasileira. Cubra a cabeça com um cobertor e inale profundamente o vapor d’agua até a água esfriar.

Vaporização para bronquite: adicione em uma bacia de água quente 3 gotas de OE de pinho da Sibéria, 3 gotas de OE de eucalipto glóbulos, 3 gotas de OE de tea tree, 3 gotas de OE benjoim e 2 gotas de OE de petitgrain. Cubra a cabeça com um cobertor e inale profundamente o vapor d’água até a água esfriar.

Escalda pés para febre e dores no corpo devido a gripes e resfriados: adicione a um balde de água quente 5 gotas de OE de pinho da Sibéria, 3 gotas de OE de eucalipto glóbulos e 8 gotas de OE de tea tree. Descanse os pés na água quente do balde por 15 minutos.

Óleo de massagem estimulante de energia vital, combate a falta de energia e o esgotamento mental: adicionar 50 gotas de OE de pinho da Sibéria, 20 gotas de OE de eucalipto glóbulos e 20 gotas de OE de alecrim Qt. Cineol a 120ml de óleo vegetal de semente de uva.

Banho para gripes e resfriados: dissolva 3 colheres de sopa de leite em pó em um copo de água e adicione 3 gotas de OE de pinho da Sibéria, 3 gotas de OE de eucalipto glóbulos, 3 gotas de OE de tea tree, 3 gotas de OE benjoim e 5 gotas de OE de limão. Após ter dissolvido os OEs junto ao copo de leite em pó, adicione tudo na banheira. Relaxe na banheira morna por 20 minutos.



8 - Tea tree - Melaleuca alternifólia

“OE antisséptico e imunoestimulante.” / “OE da proteção.”


Propriedades terapêuticas e principais indicações:

“Sua primeira defesa contra infecções e bactérias”. Bactericida; Fungicida; Antisséptico; Cicatrizante; Anti-inflamatório; Dor de ouvido; Rinites, sinusites; Imunoestimulante; Gripes, resfriados; Descongestionante venoso; Estimulante.

Toxicidade: nenhuma conhecida em doses fisiológicas.

Contraindicações: nenhuma conhecida em doses fisiológicas.


Aromacologia: “OE da proteção.”

Seu aroma renova, refresca e protege a energia do ambiente.


Formas de uso:

Banho de assento: adicionar 5 gotas de OE de tea tree em água morna para lavagens e irrigações em caso de cândida vaginal, cistites e pruridos.

Fricção febrífuga: em adultos, pingue 30 gotas em todo o corpo, friccionando vigorosamente. Em crianças com mais de 3 anos de idade, pingue 15 gotas.

Inalações: quando inalado por vaporização, ajuda a liberar o muco e alivia constipação e bronquite. Asma, tosse, sinusite e tosse convulsiva também respondem bem ao tratamento com este óleo.

Uso tópico: o OE de tea tree é extremamente eficaz no tratamento de problema como pé de atleta, herpes labial, verrugas e cravos, devido às suas fortes propriedades antifúngicas. O OE é ativo contra as três variedades de organismos infecciosos; fungos, bactérias e vírus. Pelas suas propriedades antissépticas, é também apropriado para tratar frieiras e pele oleosa. É excelente para combater acne e para tratar inflamações na pele e picadas de insetos, bolhas, queimaduras e caspa.

Shampoo de uso veterinário: para eliminar pulgas nos animais de estimação, adicionar algumas gotas no shampoo ou diluir em água e massagear o pelo.



182 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Blog Janinne.png