A Deusa Tríplice

Atualizado: 2 de abr. de 2020

Conheça as 3 fases da Grande Mãe - Donzela, Mãe e Anciã

A conexão com a Deusa é um processo vital para a bruxaria.

A Deusa é a grande Criadora e mantenedora de tudo o que existe. A Deusa é tríplice, mas, ao mesmo tempo, uma só divindade. A Deusa não é uma divindade transcendente, ela é imanente. A Deusa não governa o mundo, ela é o mundo.

Presente em cada um de nós, cada indivíduo pode conhecê-la em toda sua magnífica diversidade.

As três faces da Deusa são: Virgem, Mãe e Anciã


Elas representam os aspectos da vida que todos nós passaremos um dia.

Cada uma delas simboliza as inúmeras possibilidades de vida, como: nascer/viver/morrer manhã/tarde/noite frio/morno/quente criação/desenvolvimento

Donzela (Virgem)

Ligada à lua crescente e nova, está ligada aos inícios, à juventude, a tudo aquilo que é puro e vital. É a fase das descobertas, da busca do conhecimento, dos novos planos e da fertilidade. Ela é a inocência, a despreocupação e a alegria de viver. Ela não é virgem em sua sexualidade, e sim porque ela não pertence a ninguém - está ligada a um aspecto selvagem e livre. Ligada à audácia, à força, à criança, ao companheirismo e a força de vontade. Sua cor é o branco e todas as cores claras. Margaridas, flores do campo, amor-perfeito e cristais brancos são relacionados a ela. Animais, como o cervo e todos os silvestres.

O nome das deusas donzelas variam de acordo com os panteões existentes. Alguns exemplos de deusas donzelas e deusas que podem ser invocadas na lua crescente: Ártemis/Diana, Perséfone/Kore, Rhianon, Blodeuwedd, Héstia, Atena, Afrodite, Aine, Branwen, Eostre, Ariadne, Brigit, Villa, Amaterasu, Epona, Astarte.

Mãe (Nutridora)

Ela é considerada a Grande Mãe, doadora da vida, guerreira, amante, irmã, amiga, protetora. Simbolizada pelo verão, pelas frutas maduras prontas para colheita, pelos grãos - grávida e plena. Ligada à fartura, prosperidade, nutrição, amor maternal, fertilidade, está relacionada a rituais que envolvam alegria, amor, engravidar, para escolhas, matrimônio, proteção, justiça, direção na vida, intuição e desenvolvimentos psíquicos, etc. Sua cor é o vermelho, cor do sangue que gera vida. Sua lua é a cheia. Seus cristais e flores, todos os vermelhos. Símbolos e animais: caldeirão com grãos ou água, gato e a pomba.

Exemplos de deusas mães: Démeter, Ísis, Gaia, Brigit, Hera, Juno, Danu, Selene, Nut, Badb, Freya, Frigga, Hator, Ishtar, Bast, Ceres, Inanna, Ix Chell, Amaterasu, Parvati, Lakshmi, Sarasvati.

Anciã (Sábia)

Chamada também de Velha, Avó, Parteira. Ela é a guardiã do conhecimento oculto, dos mistérios da sabedoria mágica, da vida e da morte. Regente do submundo, lugar de descanso das almas entre as reencarnações. Todos nós morremos e nascemos, e a função da anciã é de nos acompanhar na última etapa de nossas vidas, preparando-nos para o Outro mundo. A deusa anciã é tríplice por ela própria. Já passou pela doçura da donzela, pelas dores do parto da Mãe e, agora, carrega as memórias dessas passagens. Isso a transformou na Mulher Sábia capaz de nos guiar pelas sombras.

Ela está associada ao inverno e à lua minguante. Suas cores sagradas são o preto, marrom, cinza e roxo. Seus cristais são a obsidiana, ônix, turmalina negra e o quatzo-fumê. Animais: coruja, corvo e lobo. Os rituais para face anciã: términos; mortes; fechamento de ciclo; proteção; força mágica; mudanças; transformações, largar vícios, entendimento dos mistérios profundos; tranquilidade, menopausa; transe e comunicação com Outro Mundo.

São elas: Morrigu, Baba Yaga, Pachamama, Hell, Lilith, Hécate, Cerridwen, Kali, Badb, Nornes, Inanna, Sheila Na Gig.

Sem a Donzela, não há início; sem a Mãe, não há vida; sem a Anciã, não há fim.



#deusa #deusatríplice #grandemãe #ártemis #afrodite #brigit #ísis #gaia #freya #bast #lakshmi #morrigu #morrighan #lilith #wiccan #bruxaria #bruxa #paganismo #pagan #magia #witch #witches #witchcraft #wicca

42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Blog Janinne.png